terça-feira, 16 de novembro de 2010

Unidade IV -Socializando uma experiência com projeto em sala de aula

Socializando uma experiência com projeto em sala de aula

As tecnologias chegam para acrescentar, motivar, interessar, integrar e renovar a maneira pedagógica de atuação na sala de aula.
Os professores perceberão que as TICs fazem parte do cotidiano de nossos alunos e que precisamos aproveitá-las como aliadas em nosso dia-dia escolar. Surge ai, novas oportunidades de ensino-aprendizagem, aonde o aluno vai ao encontro do aprendizado, deixando de ser mero espectador, receptor de informações para ser um sujeito ativo na busca do conhecimento.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Unid IV Ativ 3

Conceito de Currículo e o processo de integração de Tecnologias ao Currículo

Entendo que currículo é um conjunto de saberes que vem associado a disciplinas e situações cotidianas, vindo de encontro a interesses técnicos científicos, associando-se a construção de saberes diários necessários a sobrevivência do cidadão na sociedade em que está inserido.
Para a adaptação destes conteúdos no currículo escolar se faz necessário um aprofundamento tecnológico, possibilitando o entendimento das situações para que possam ser construídas pelo aluno com o auxílio de seu professor.
Pensando o currículo também como proposta de projeto de aprendizagem é preciso rever a organização, pois os alunos precisam ter interesses comuns para a escolha dos temas. Trabalhando então, a questão de grupo, de criatividade, de cidadania, da interdisciplinaridade do que o aluno já trás de conhecimento, apoiando a idéia de Piaget, onde a aprendizagem parte daquilo que o aluno já sabe, ou seja, das suas certezas provisórias em busca das respostas ás suas dúvidas.

Unid IV Ativ 2B

Projetos de trabalho em sala de aula com a integração de tecnologias ao currículo


Tema: Um gênero quadro a quadro: História em quadrinhos

Autoras:
Afra Maria Macêdo da Silva Santos
Antonia Bezerra Bequimam Bandeira
Denisete Carneiro Cavalcante Fonseca
Gercilene Soares Ribeiro
Mavia da Silva Mascarenhas Lacerda
Rosa Neiva Silva Rodrigues

Modalidade/ Nível de Ensino:
Ensino Fundamental Final: 5º e 6º anos

Componente Curricular: Língua Portuguesa
Tema: História em quadrinhos: narrativa por meio de imagens - códigos verbais e não verbais
_Sinais gráficos: balões, traços indicadores de movimento,
_Figuras de linguagem
_Discurso direto e indireto
_Estrutura e elementos da narrativa

Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
_Democratizar o uso dos recursos tecnológicos na disciplina de Língua Portuguesa perseguindo um ensino aprendizagem de leitura e escrita de forma dinâmica e lúdica com o auxílio de Histórias em quadrinhos.
_Despertar o gosto pela leitura e escrita utilizando HQ como o suporte de recursos audiovisuais e estratégias de leituras diversificadas;
_Utilizar os recursos do editor de imagem (paint) para criação dos desenhos (montagem de gibi virtual).
Duração das atividades
05 aulas

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno:
Colocar os alunos em círculo, entregar uma pergunta a cada participante sobre a História. Os jogadores deverão procurar a resposta em algum lugar estratégico da sala. Na seqüência, um líder dá continuidade ao jogo fazendo sua pergunta ao participante mais próximo que deverá respondê-la e fazer outra pergunta ao participante seguinte e assim seguir até que todos participem. Caso alguém não saiba a resposta o jogador que fez a pergunta apresenta a plaquetinha com a resposta correta para que a turma tome conhecimento. O objetivo é sondar o que os alunos já conhecem e oportunizar a familiaridade com a história utilizando o programa HQ.




Estratégias e recursos da aula

• Levar os alunos ao laboratório de informática e solicitar uma pesquisa e curiosidades sobre o cartunista Maurício de Sousa. Retornar a sala de aula e apresentar o vídeo (entrevista com Maurício de Sousa) que se encontra no endereço www.noticiario-periferico.com/.../mauricio-de-sousa-da-turma-da-monica.html
.• A professora confeccionará várias curiosidades sobre os personagens da Turma da Mônica. Ao som do CD da Turma da Mônica cada aluno sorteará uma curiosidade das personagens: Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento.
Na seqüência deverá ler a curiosidade recebida e afixá-la no painel que já estará ilustrado com esses personagens. (dividir os grupos considerando as curiosidades de cada personagem)
• Apresentar em Data Show as ilustrações e o título da narrativa “Uma história que precisa ter fim” e aguçar dos alunos o que o título e as imagens sugerem. Assim que estes concluírem apresentar a situação inicial da narrativa e confirmar ou refutar as previsões levantadas
.• Leitura da seqüência dos quadrinhos pelos grupos.
• Mergulho na narrativa: Montagem de esquema, pelos grupos, apresentando os momentos e elementos dos Quadrinhos em estudo.
▪Entregar os quadrinhos finais da narrativa de forma desorganizada (sem falas e balões). Cada grupo deverá organizar o final numa seqüência lógica e ainda produzir as falas, balões e legendas.
• Retornar ao laboratório de informática e ainda disponibilizar revistas e jornais aos alunos. Propor que pesquisem sites e vídeos que abordem sobre a temática em estudo “Consumo de drogas por adolescentes”. Em seguida montar um painel com uma diversidade de gêneros textuais que reportem a temática em análise: notícias, charges, reportagens, artigos, tiras, cartuns, piadas, contos, fábulas e outros.
• Produto final _ Elaboração de um gibi virtual:
Cada grupo com base nas pesquisas realizadas e leitura dos textos deverão desenhar imagens no Paint ou se preferir colar nesse programa imagens copiadas de algum site da internet. Na criação do cenário os alunos deverão pesquisar na internet as imagens que indicarão o tempo e o espaço da narrativa e usar o software de apresentação Power paint para montar cada quadro. Produzir a capa do gibi virtual em Power paint utilizando o WordArt. Nesse momento os alunos deverão usar a criatividade e acrescentar pano de fundo, ilustrações e ainda animações, se preferir.
Na seleção das personagens criadas no Paint, cada grupo irá selecionar editar e copiar no Power paint.
No momento da escrita das legendas utilizarem as caixinhas de texto que se localizam na barra de ferramentas (desenho). Na criação dos balões sugerir os recursos autoformas (barra de desenhos) ou se preferir criar novos formatos de balões, desenhar no Paint, copiar e colar no Power paint.
▪Revisão e reescrita das HQ produzidas.


Recursos Complementares
- Histórias em quadrinhos variadas; - Computadores com acesso a internet; - Data show- Jornais e revistas. - Programa de criação de desenho digital ( Paint), programa de apresentação (Power paint)





Avaliação
A Avaliação será realizada durante todo o processo de produção do trabalho com as Histórias em Quadrinhos, observando:
_Atuação dos alunos nas pesquisas e atividades de leitura propostas;
_Participação e Interação nas produções textuais realizadas;
_Desenvoltura na utilização dos recursos lingüísticos e tecnológicos e temáticos solicitada na produção das HQ.


Referências bibliográficas:
http://www.monica.com.br/institut/drogas/
WWW.turmadamonica.com.br/
www.monica.com.br/
www.monica.com.br/diversao/games/.../7erros.htm
www.youtube.com/watch?v=J2_NCChLCaY
www.noticiario-periferico.com/.../mauricio-de-sousa-da-turma-da-monica.html

Unid IV Ativ 2

Socializando uma experiência com projeto em sala de aula

Quais os conceitos, atitudes e procedimentos mobilizados e /ou desenvolvidos pelos alunos?
Como os conteúdos trabalhados se integram ao currículo das disciplinas envolvidas?
Quais as contribuições das tecnologias e mídias utilizadas ao desenvolvimento da atividade?
Ao executar um projeto desenvolvemos em nossos alunos conceitos de socialização, disciplina, desenvolvimento do senso crítico, colaboração e cidadania.
Os conteúdos são facilmente integrados as disciplinas trabalhadas, pois quando se trabalha com projetos os professores têm flexibilidade de acrescentar e/ou retirar o que precisar.
As tecnologias nos ajudam muito na realização das atividades, pois são motivadoras e despertam os alunos na busca do conhecimento prazer.

Unid IV Ativ 1

Pensando sobre possíveis mudanças e contribuições das tecnologias
O uso das tecnologias dentro da escola ainda esta muito distante da nossa realidade, isso porque o aluno acha que aprende mais e melhor na internet, no computador. A internet é uma forma de aprendizagem mais rápida e prazerosa para o aluno. O professor de hoje deve ser capacitado para que possa preparar suas aulas com novas linguagens, já que muitas vezes o quadro negro é substituído pela tela do computador. A mera reprodução de conteúdos não tem mais espaço na educação e nem no mercado de trabalho atual.A tecnologia da informática deverá ser instrumento para desenvolver competências nos alunos, de forma que os conteúdos trabalhados na escola sejam mais significativos socialmente e provoquem mudanças individuais e coletivas. È fundamental que o professor reflita sobre essa realidade, repensando sua pratica para que possa fornecer as ferramentas motivadoras ao aluno dessa forma ajudá-lo a construir conhecimentos.Os recursos tecnológicos em sala de aula oferecem uma grande contribuição para a aprendizagem dos alunos e para o professor ensinar com a realidade que o próprio aluno vive fora da escola. Por isso, acho que o desafio maior é a qualificação dos profissionais da educação quanto ao uso das tecnologias que já fazem parte da nossa vida, portanto a escola deve preparar os nossos alunos e professores para lidar com essa grande transformação.












video

Reflexão

REFLETINDO SOBRE MINHA APRENDIZAGEM

O acesso fácil a informação está nos colocando diante de um novo desafio: filtrar grandes quantidades de informação. Não basta mais saber ler: é importante saber selecionar muito material entre muitas opções, ler muito, sintetizar habilmente, comparar materiais, saber em quem confiar, instalar filtros e administrar o tempo entre as inúmeras tarefas que temos a realizar.

Unid 3 Ativ 2

PLANO DE AULA COM MATERIAL DIGITAL
CURSISTA: ANTONIA BEZERRA
TEMA: DISTÂNCIAS DOS PLANETAS ATÉ O SOL – AS ESCALAS

Planejamento para disciplina de Ciências do 6º ano do Ensino Fundamental II.
Plano de aula6º anoAntonia Bezerra B. Bandeira - 14/10/2010DisciplinaCiências – 6º ano
ConteúdoAstronomia – Sistema Solar
Duração1 hora aula (50 a 55 minutos)
TemaDistâncias dos planetas até o Sol – as escalas
Objetivos• Construção de modelo em papel, usando escalas, para visualizar a distribuição espacial dos planetas no Sistema Solar.• Visualizar a proximidade ao Sol dos planetas Mercúrio, Vênus, Terra e Marte e o afastamento dos demais planetas. • Demonstrar, com base em modelo, as grandes distâncias entre os componentes do Sistema Solar. • Compreender o conceito de escalas.
MaterialPara a pesquisa prévia:• computador com acesso à internet;• caderno para anotações.Para a atividade:• rolo de papel com largura mínima de 5 cm (de máquina de somar ou papel higiênico, ou ainda papéis emendados até formar uma tira de no mínimo 6 metros);• caneta;• régua ou fita métrica.
Atividade motivacionalPesquisar em casa as distâncias entre os planetas e entre eles e o Sol. – Montar uma tabela com as distâncias entre os planetas (em milhões de quilômetros).
Para essa pesquisa, usar os seguintes sites:
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2010. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2010. FEIRA DE CIÊNCIAS. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2010.
Conhecimento prévioO aluno deverá ter o conhecimento da estrutura do Sistema Solar e dos corpos celestes que o compõem.
Fundamentação teóricaO Sistema Solar faz parte do conteúdo de Astronomia no 6º ano do Ensino Fundamental II. Um dos problemas encontrados, por professores e alunos, é a compreensão da magnitude das distâncias astronômicas, e os livros didáticos raramente ajudam nessa compreensão. Algumas ilustrações que aparecem nesses livros podem levar a erros conceituais. O Sistema Solar geralmente é representado por esquemas onde aparecem o Sol e os planetas sem preocupação com a correção das escalas aplicadas para os diâmetros do Sol e dos planetas ou para as distâncias entre eles, dando uma falsa impressão das medidas reais. As ilustrações passam a noção errada de que os planetas estão equidistantes uns dos outros. Muitas vezes aparece a informação de que a ilustração não obedece a uma escala, porém mesmo assim fica muito vago e difícil para que o aluno compreenda a magnitude das distâncias.De fato, representar o Sistema Solar em uma ou duas páginas é praticamente impossível, pois as distâncias dos planetas entre si e em relação ao Sol não permitiriam essa representação usando uma escala viável. Quando são colocadas tabelas com as distâncias entre os planetas e o Sol, os números são tão grandes que o aluno não consegue imaginar.
EstratégiasCom base na explicação teórica sobre as distâncias entre os astros do Sistema Solar, sobre o conceito de escala e a forma de converter essas distâncias dividindo-as por um denominador comum, propor as seguintes ações:• Usar a tabela com as distâncias dos planetas em relação ao Sol. • Discutir com os alunos as possibilidades de um divisor comum para todas as distâncias (pode-se usar o link para os cálculos – Feira de Ciências. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2010.)• Acrescentar na tabela com as distâncias entre os planetas em milhões dequilômetros uma coluna com a distância em escala para centímetros. Ex.: 1cm = 10 000 000 km– distância entre Sol e Vênus = 108 200 000 km = 10,8 cmObs.: É possível que os alunos criem uma escala diferente do exemplo.
O modelo a ser construído em centímetros pode ser realizado no corredor da escola.Iniciar a montagem do modelo esticando a fita de papel. Pedir a um aluno para que marque uma bolinha representando o Sol em uma das extremidades do papel. A partir das distâncias fornecidas na tabela e do Sol marcado na fita, os alunos deverão marcar as distâncias dos planetas no papel, usando a fita métrica.
AvaliaçãoVerifique o entendimento dos conteúdos abordados (distâncias e escalas) com exercícios escritos adaptados dos exemplos acima. Os alunos não precisam memorizar as distâncias dos planetas. O importante é que eles compreendam o significado dos valores apresentados, a magnitude das distâncias e qual a relação com as características dos planetas estudados.
ReferênciasOLIMPÍADA Brasileira de Astronomia e Astronáutica. Disponível em: . Acesso em: 28/03/2010.
HORVATH, Jorge Ernesto. ABCD da Astronomia e Astrofísica. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2008.
http://www.youtube.com/watch?v=6umWxt_oq2c

Unid 3 Ativ 1

PLANEJAMENTO DE AULA COM MATERIAL DIGITAL
SUB-TEMA:AULA COM MATERIAL DIGITAL - TICS
CURSISTA: ANTONIA BEZERRA

PREPARAÇÃO DA AULA


A Em que série pode ser utilizado do vídeo escolhido ?:
poderá ser utilizado do 6º ao 9º
B. Em quais disciplinas o vídeo pode ser explorado?
Geografia, ciências e outras.
C. Qual ou quais os conteúdos que você irá ministrar?
Astronomia – Sistema Solar
D. Qual ou quais os objetivos de aprendizagem a ser estudado com seus alunos?
Promover aos alunos o gosto pela pesquisa levando-os a conhecer as grandes distâncias entre os componentes do Sistema Solar e propiciar o uso das TICs.
E. Além do vídeo, que outros recursos podem ser usados?
Apresentação de pesquisas com uso dos recursos áudio e visual em Power point , após elaboração com base nas informações apresentadas.Terminado o texto fazer reescrita no Labim. Em seguida linkar as palavras diferentes no texto e postar no blog http://sabermaisblogsspot.blogspot.com para que professores e outros alunos leiam e façam comentários.Recursos Materiais: Comunidade local , computadores com acesso a Internet, murais, vídeo. Recursos Humanos: Professores e técnico do laboratório de informática


Formatando sua aula em Power Point ( inserir vídeo, imagem, link)
Série
2 Disciplina
3 Professor
4 Vídeo escolhido
5 Conteúdo que irá ministrar
6 Objetivos
7 Questões a serem trabalhadas com os alunos para reflexão do conteúdo

quinta-feira, 4 de novembro de 2010